Telhas Solares versus Painés Solares



QUAIS AS DIFERENÇAS ENTRE TELHAS SOLARES E PAINÉIS SOLARES?

Em vista do esgotamento de recursos naturais, buscar formas alternativas de energia é essencial para um desenvolvimento sustentável. Assim, a energia solar veio se popularizando como uma fonte limpa e barata. Para a geração dessa eletricidade, é necessária a captação dos raios solares pelos painéis, que podem ser do modelo tradicional ou no formato mais recente de telhas fotovoltaicas.
Neste texto, trouxemos as principais diferenças entre esses modelos e falamos sobre qual é a melhor opção para você. Acompanhe!
QUAIS AS CARACTERÍSTICAS DOS PAINÉIS TRADICIONAIS?

Os primeiros módulos fotovoltaicos convencionais surgiram na década de 1950. Essa tecnologia foi aprimorada ao longo do tempo e, hoje, já existem equipamentos que chegam a uma eficiência de 80%.

Essas placas são de maior dimensão, com área de 1,60 m², e geram de 240 a 355 Watts. Com o uso de estruturas metálicas, podem ser fixadas em diferentes superfícies. Devido a isso, é possível instalar os painéis solares em telhados, lajes ou até mesmo em estacionamentos.

Ainda, esse é um tipo de equipamento com alta durabilidade, podendo chegar a 40 anos de vida útil. Outro aspecto importante é que o acesso do público consumidor tem sido facilitado pelos incentivos como diminuição dos preços, isenção de impostos e linhas de financiamento próprias para energias renováveis.
QUAIS AS CARACTERÍSTICAS DAS TELHAS SOLARES?

Surgidas em 2005, as telhas fotovoltaicas estão chegando aos poucos no mercado. Como o nome sugere, esse é um tipo de equipamento de geração de energia solar que tem o formato de telhas comuns. Elas são mais flexíveis e facilmente encaixáveis no telhado, podendo ser mescladas com as telhas convencionais.

Uma novidade nessa área lançada pela Tesla é o Telhado Solar, do inglês Solar Roof. Ele é inovador porque não é mais uma adaptação à estrutura construída, trata-se de uma substituição do telhado comum.

Esse tipo de telhado, disponível para comercialização internacional a partir de 2018, é feito de vidro temperado com textura e cor semelhantes ao material cerâmico. Por isso, apesar do alto custo dessa tecnologia, ela tem a vantagem de se integrar perfeitamente ao projeto da casa.
QUAIS SÃO AS DIFERENÇAS ENTRE O TELHADO SOLAR TESLA E UM SISTEMA FOTOVOLTAICO TRADICIONAL?

Se fizermos uma comparação entre o Telhado Solar Tesla e os sistemas solares fotovoltaicos tradicionais, encontraremos diferenças bastante notáveis no design. Isso porque um sistema fotovoltaico tradicional tem a aparência um pouco mais rústica do que a estética apresentada pela telha solar de Elon Musk, dono da Tesla.

O projeto do multimilionário primou pela diferença ao criar um design de telhado solar moderno, sem que possamos identificar se as telhas são fotovoltaicas ou não. O Solar Roof Tesla é constituído de diversas telhas solares, com apresentação como as de barro ou de pedra. Porém, o material usado em sua produção é o vidro temperado, resultando em uma aparência translúcida, com perda de somente 2% de energia solar quando a luz o atravessa.

Portanto, em resumo podemos dizer que ao fazermos a comparação entre os painéis fotovoltaicos tradicionais e o Telhado Solar Tesla, a empresa americana encontrou um grande diferencial no quesito design. Mas, por outro lado, os sistemas fotovoltaicos comuns oferecem um valor muito mais acessível ao consumidor. Assim, as telhas solares são muito mais caras e não compensam a economia pelo preço, enquanto os painéis fotovoltaicos tradicionais têm um retorno de investimento muito mais rápido.
QUAL OPÇÃO ESCOLHER?

A energia solar é um investimento a longo prazo que tem seu valor aplicado compensado pela economia com a conta de luz, que pode chegar a 95%. Atualmente, esse é um dos fatores que mais tem atraído os consumidores brasileiros que passam a ficar mais independentes das variações da tarifa energética.

Por isso, os painéis fotovoltaicos convencionais são mais vantajosos, sendo uma ótima opção para quem vai começar a usar a energia solar. Além disso, eles são melhor adaptáveis a construções já prontas.

Para quem se preocupa com o efeito estético desses painéis em sua residência, as telhas solares flexíveis são mais discretas, apesar de demandarem uma instalação mais difícil e específica. Já o telhado solar é adequado para projetos residenciais que ainda não saíram do papel.

Um painel solar é uma alternativa mais antiga do que as telhas solares. O primeiro módulo fotovoltaico foi lançado nos anos 50. Com isso, já temos informações suficientes de uso para afirmar que a durabilidade gira em torno de 40 anos. Para você ter uma ideia, hoje em dia ainda existem painéis operando com 80% da sua capacidade original.

A telha solar é uma opção tecnológica bastante recente, sua comercialização foi iniciada em 2005. Por essa razão, ainda não temos nenhuma comprovação do tempo que pode durar. A instalação dos módulos fotovoltaicos tradicionais entrega praticidade e versatilidade ao consumidor. Ela pode ser realizada em vários formatos de telhados ou até em quintais e jardins.

O processo para instalar o telhado solar não é demorado. Vale ressaltar que nos últimos 10 anos, ele foi reduzido em mais ou menos 60% do tempo. Hoje, essa instalação demora cerca de 10 horas. Todavia, ainda é preciso fazer uma perícia técnica no local, pois tanto um painel solar como um telhado solar precisam seguir as regras do código de construção geral. Então, não deixe de contratar técnicos qualificados para esse serviço.

Neste texto, você descobriu quais são as principais diferenças entre os painéis e as telhas fotovoltaicas solares e quais as vantagens de cada um. Agora, já é possível fazer uma opção sem erros, economizando e sendo sustentável. No final das contas, é fundamental que você pare para analisar o que é importante do seu ponto de vista para o seu projeto de geração de energia solar.

346,96 kWp
Potência Instalada

380.022,67 kWh
Energia Produzida

R$ 281.216,77
Economia para nossos clientes

© 2021 Implasolar Energia Solar. All Rights Reserved.